Terça, 11 de Agosto de 2020 21:52
66 99721 - 8394 WhatsApp
Entretenimento Cinema

Empresário aciona Porta dos Fundos por incitação à intolerância religiosa

Camargo diz que o vídeo “incita a intolerância religiosa” e deve ser retirado do ar. Ele pede que o MP abra uma ação civil pública “para a defesa dos direitos da coletividade cristã” contra a empresa nacional.

13/12/2019 13h52
Por: Redação Fonte: O livre
Empresário aciona Porta dos Fundos por incitação à intolerância religiosa

O empresário cuiabano Álvaro José de Camargo representou, no Ministério Público de Mato Grosso (MP), contra a produtora de vídeos Porta dos Fundos pelo “Especial de Natal” lançado na Netflix.

Camargo diz que o vídeo “incita a intolerância religiosa” e deve ser retirado do ar. Ele pede que o MP abra uma ação civil pública “para a defesa dos direitos da coletividade cristã” contra a empresa nacional.

No documento protocolado nessa quinta-feira (12), o empresário relata que o vídeo humorístico deturpa as imagens de Jesus, Maria e José, bem como de Deus e outras figuras religiosas.

No filme “Especial de Natal – A Primeira Tentação de Cristo”, Jesus é um homossexual que usa entorpecentes e se relaciona com “o Diabo”, enquanto Deus, José e Maria formam um triângulo amoroso.

Para ele, isso foi feito “com claro intuito de ridicularizar figuras religiosas de extrema importância a inúmeros cidadãos brasileiros que professam a fé Cristã”.

“Toda a trama de conteúdo fortemente ácido e ofensivo travestido de humor não pode ser indevidamente acobertada sob a alegação de garantia à Liberdade de Expressão. Por outras palavras, a liberdade de expressão não autoriza a ofensa de outros direitos também tutelados pela Magna Carta”, escreve o empresário.

Camargo ainda afirma que a intenção não é discutir sobre o que é “pecado” ou não nos atos dos personagens, mas “analisar o desrespeito praticado em desfavor da coletividade Cristã em crer em algo como sagrado”.

Ele ainda afirma que permitir a continuidade de exibição do filme seria concordar com a prática de intolerância religiosa.

Ele pediu, por fim, que o Ministério Público instaure um inquérito civil para apurar o caso e, consequentemente, proponha uma ação na Justiça para a remoção do filme.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barra do Garças - MT
Atualizado às 21h49 - Fonte: Climatempo
21°
Pancada de chuva

Mín. 14° Máx. 34°

21° Sensação
11.2 km/h Vento
34.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (12/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Quinta (13/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Mais lidas